Ganhe R$ 25 convidando seus amigos

A Economia Compartilhada em prol do PIB Brasileiro

Economia Compartilhada

A Economia Compartilhada a favor do PIB

Foi publicada no mês de outubro, uma matéria no site do Valor Econômico a respeito da contribuição do Airbnb (empresa de referência global em economia compartilhada) para o PIB brasileiro.

Um valor expressivo de R$ 2,5 bilhões, foi o que o maior site de hospedagem colaborativa do mundo agregou ao PIB Brasileiro em 2016 – segundo estudo da Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe).

Isso mostra que, as empresas de economia compartilhada não vêm ascendendo por modismo, muito menos por serem meramente “cools”, alternativas, entre outros termos do gênero.

O universo da economia compartilhada, mais que um simples reflexo de sustentabilidade e acessibilidade financeira, vem para dinamizar a conjuntura econômica, gerar empregos, renda e desenvolvimento dentro de uma sociedade.

Além disso, conforme disposto na matéria, o Airbnb possui um portfólio de clientes que vai além, isto é, que procuram explorar mais as regiões de hospedagem, que consomem mais e – sem dúvidas -, que possuem uma experiência única, no sentimento de que pagam justo por um serviço excepcional, com experiências únicas e momentos que fogem de qualquer “comoditização” de um serviço nos moldes industriais.

Isso complementa o fato de que uma empresa disruptiva não só ajuda a formatar o PIB de uma nação, mas também, traz dinamismo ao mercado, isto é, permite que outros prestadores inovem, renovem e concorram de maneira justa e mais próxima do amigável possível.

Não diferente, a Wistor também participa de um ecossistema de economia compartilhada, permitindo que possuidores de espaços e garagens vazios, os anunciem para que pessoas e empresas que precisam guardar suas coisas e veículos temporariamente, tenham um local próximo e proporcionalmente barato (se comparados às tradicionais empresas de self-storage/guarda volumes) para guardarem seus bens.

Além do aspecto funcional, a Wistor, ainda que em um mercado altamente disruptivo e sem precedentes no mercado Latino-Americano, também acaba contribuindo para a economia dos locais em que atua.

Em outras palavras, gera-se renda extra para aqueles que possuem espaços e garagens vazios e permite-se que pessoas e empresas paguem por alugueis de espaços mais baratos que as soluções tradicionais de “boxes”; muitas vezes em locais de ótima infraestrutura e em regiões bem posicionadas, de modo que haja vantagens logísticas para uma empresa (por exemplo, de bens de consumo) e vantagens  para um consumidor que terá redução nos custos com o frete de suas coisas.

Não obstante, a Wistor ainda consegue aos poucos fomentar um mercado composto por prestadores de serviços complementares aos seus, bem como empresas de frete, embalagem e artigos para organização de espaços.

De fato, a notícia de que o Airbnb é um grande ator no cenário do PIB Brasil, só corrobora que o mercado de turismo na Terra Tupiniquim “não tem erro”, é atrativo e necessário. Mas, quem disse que guardar bens de maneira inteligente e prática não é atrativo?

A Wistor vem desbravando cada vez mais esse mercado do “guardar bens”, e vê que o Brasil ainda carece de uma solução acessível, seja do aspecto de presença geográfica, financeiro ou, até mesmo de opções mais flexíveis de serviços.

Saiba mais da Wistor e faça parte dessa rede. Colabore, ganhe, fique satisfeito – isso é economia compartilhada, isso é o inovação, isso é solução.

Por que Geddel não poderia alugar um espaço via Wistor para armazenar dinheiro?

Armazenar coisas de valor

Geddel não poderia armazenar dinheiro via Wistor

Na terça-feira 05 de setembro de 2017, a Polícia Federal (PF) descobriu um “Bunker” para armazenamento de dinheiro ilegal do ex-ministro Geddel – veja mais.

Esse “Bunker” era nada mais, nada menos que um espaço em uma sala de um apartamento em Salvador, que estava armazenando uma impressionante cifra de 51 milhões de reais em espécie, dentro de malas e caixas de papelão.

Apesar da Wistor orientar a seus usuários que materiais de valor, bem como jóias, cartões de crédito, dinheiro (em especial aqueles que são de origem ilícita), entre outros itens não devam ser armazenados em espaços de terceiros, utilizaremos esse grande fato da história de combate a corrupção no Brasil, para mostrar que seria impossível armazenar o dinheiro de Geddel em um espaço anunciado em nossa rede.

Você deve se perguntar: Por que utilizar o caso do Geddel como exemplo?

Aqui vai: É comum alguns potenciais Storagers (aqueles que anunciam espaços) nos questionarem:

– E se guardarem drogas e coisas ilegais de maneira geral no meu espaço?

Sendo assim, nada mais interessante que responder à questão acima, utilizando um caso prático de armazenagem de coisas ilegais, tal como dinheiro de propina. Justo?

Pois bem, para que todo esse dinheiro fosse armazenado, precisava haver um espaço disponível, que no caso do Geddel veio a ser o espaço de seu “conhecido”, o empresário Silvio Silveira.

De fato, Silvio não parecia ter qualquer passagem pela polícia, então, teoricamente o empresário poderia ser um Storager, e anunciar o seu espaço em nossa plataforma.

No entanto, Geddel, que faria o papel de Wisher (busca espaço para guardar coisas) não realizaria o aluguel do espaço no apartamento no site da Wistor sem antes passar por uma avaliação de antecedentes criminais, entre outras ações relacionadas a processos judiciais.

Portanto, se o Silvio Silveira tivesse anunciado seu espaço para armazenar coisas pela Wistor, ele não teria a dor de cabeça que tem tido com a PF, pois o Geddel não seria aprovado em nossa comunidade e, consequentemente, teria que encontrar um “outro conhecido”.

Simples assim! A Wistor permite praticidade e a resolução de uma série de “dores” relacionadas à utilização de espaços compartilhados para guardar coisas e estacionar veículos, inclusive no que tange a transparência e segurança no ecossistema como um todo.


Ainda no contexto do post

Emprestar espaços para amigos e parentes não gera dinheiro extra e, grande parte das vezes gera insatisfação para quem cede o espaço, que o faz por uma questão de educação – essas são informações quentinhas que captamos de nossas operações.

Quer entender um pouco mais da segurança provida pela Wistor? Chega mais.

Conheça a Wistor.

Ganhando renda extra com a Wistor e Airbnb

Casal em busca de renda extra

Ganhando renda extra anunciando espaços

A Wistor é uma plataforma de compartilhamento de espaços para o armazenamento de bens/estacionamento de veículos; conhecida também como o “Airbnb dos espaços”.

Sendo assim, fazendo jus à comparação, mostraremos aqui a média de ganhos de renda de um “Storager”, que cede o seu espaço para guardar coisas de outras pessoas e empesas, frente aos ganhos dos anfitriões que hospedam pessoas no Airbnb, maior site de hospedagem colaborativa (conecta aqueles que possuem quartos ou imóveis vazios com quem precisa se hospedar por um determinado tempo) do mundo.

Em uma matéria recente a respeito da remuneração dos anfitriões do Airbnb, pode-se observar ganhos no valor médio de R$ 6 mil por ano – histórico de 2016.

Lembrando que para ser um anfitrião do Airbnb, você deverá preencher uma série de requisitos, tais como local com um mínimo de infraestrutura para hospedar pessoas, ter local limpo suficientemente para hospedar pessoas e, de certo modo, localizações atrativas no que tange facilidade de acesso a pontos turísticos.

Outro ponto é que os hóspedes geralmente ficam hospedados somente durante algumas noites, o que pode implicar em taxas de ocupação reduzidas ao longo de meses/ano.

Já com a Wistor, que é uma solução relativamente nova no mercado brasileiro, isto é, com cerca de 9 meses de operação, já existem Storagers que têm ganhado renda extra de R$ 4.000,00 em 8 meses de aluguel de seu espaço. Para saber mais da renda e vantagens de ser um Storager, veja o nosso último post.

Ainda comparando com o Airbnb, a Wistor ter um prazo médio de ocupação bastante atrativo – algo em torno de 6 meses – e para anunciar o seu espaço, basta que o mesmo esteja vazio e disponível para armazenar coisas (incluindo veículos) de outras pessoas e/ou empesas. Simples assim!

Ah! Não esqueça que para anunciar o seu espaço, é grátis! Ou seja, você só tem a ganhar =)

Renda extra guardando coisas dos outros

Renda extra

Renda extra com a Wistor

Muitos de nossos Storagers (anunciantes de espaços) e usuários interessados em participar da nossa rede, nos perguntam a respeito de qual poderia ser a sua renda extra com a Wistor.

Com 9 meses de operação, a Wistor já possui Storagers que conseguiram obter renda extra com os seus espaços vazios, então utilizaremos alguns deles como parâmetro.

Por exemplo, temos um Storager que arrecadou R$ 150 por armazenar coisas no “canto” de uma sala (uma ótima sala, é claro) durante somente 2 semanas de armazenagem na zona oeste de São Paulo.

Também já temos Storager com renda extra de R$ 4.000,00 durante 8 meses armazenando, por simplesmente disponibilizar uma garagem fechada na região central de São Paulo – SP – detalhe, o aluguel do espaço ainda está ativo, isto é, mais renda virá pela frente.

Além da renda extra, uma das vantagens de anunciar o seu espaço para guardar coisas, é o tempo médio de ocupação do seu espaço. Em outras palavras, a média de aluguel de um espaço para guardar coisas é de 6 meses, baseado em nossos 9 meses de operação; portanto, esse prazo de renda recorrente pode ser ainda maior.

E para você que não mora em uma capital como São Paulo, quanto poderia ganhar? De fato, a remuneração possível de cada espaço varia de caso a caso.

Se o seu espaço está situado em uma grande metrópole, o valor por m²/mês tende a ser maior do que em uma cidade do interior do mesmo estado dessa metrópole.

Outros fatores que são determinantes para o valor do m² do seu espaço, são o bairro em que está localizado, a infraestrutura – se coberto, arejado, em casa, apartamento ou galpão, se possui armário, entre outros; e a segurança, bem como se há alarme, tranca, câmera, guarita, se tem acesso exclusivo ou ambiente compartilhado, etc.

Não podemos esquecer que a disponibilidade do Storager para receber/entregar as coisas, local para estacionar e descarregar, entre outros complementos, só favorecem a maior rentabilidade do seu espaço, ou seja, preços maiores pelo aluguel deste.

Diante disso, quanto mais aspectos de localização de fácil acesso, infraestrutura adequada, segurança, entre outros pontos, maior poderá ser valor do anúncio do seu espaço, inclusive se comparado com alguns locais de grandes capitais como São Paulo e Rio de Janeiro.

De qualquer maneira, o time da Wistor estará sempre à disposição para lhe orientar na precificação de seu espaço, o fale com a gente terá um grande prazer em lhe atender.

Quer anunciar o seu espaço e ganhar dinheiro com a Wistor? Chega mais.

Se tiver mais um tempinho, assista a matéria com casos reais de dois de nossos clientes (uma Wisher e um Storager) no É de casa, da Globo.

É possível guardar coisas de valor sentimental no espaço de terceiros?

Guardar coisas de valor sentimental

Guardar coisas de valor sentimental

Ficarei tranquilo(a) em guardar minhas coisas no espaço de terceiros? Eis a questão.

A Wistor tem observado que algumas pessoas ainda têm receio em participar de sua rede por não saberem se as coisas de valor sentimental estarão seguras e preservadas se guardadas no espaço de convívio de outra pessoa ou empresa.

Essas pessoas (chamadas de Wisher em nossa comunidade) geralmente nos questionam quando pretendem guardar bens como coleções, brinquedos, miniaturas, livros, quadros, entre outros artigos de alto apreço.

A boa notícia é que na plataforma da Wistor existem espaços específicos e recomendados para esses materiais de pequeno porte.

Mas antes de mergulhar na variedade de espaços anunciados na Wistor, recomendamos tipos específicos de espaços para você que quer guardar suas coisas que tanto valoriza:

  • O espaço tem que ser coberto
  • O espaço tem que ser arejado (e não custa nada visita-lo antes de armazenar as coisas, e “sentir o ambiente”, certo?)
  •  O espaço deve ser de preferência um local onde não transitem desconhecidos (aqueles que não o proprietário da casa, apartamento, galpão, etc.)
  • O espaço pode ser dentro de um guarda-roupa ou um armário aéreo (com trancas se possível) que iniba o acesso de insetos, entre outros organismos
  • Por que não embalar as coisas de maneira a impedir violações e avarias? Há uma série de opções, veja dicas
  • Comunique-se com o Storager do local antes de executar a reserva, de tal modo que pequenas dúvidas sejam sanadas antes de executar a reserva e armazenamento das coisas
  • Assine a declaração de bens no ato do check-in da reserva do espaço, para que no momento do check-out tudo seja devidamente conferido e não haja divergências na retirada das coisas – tendo divergências, podemos ressarci-lo(a) parcial ou integralmente de acordo com nossa política de garantia

Com algumas dessas dicas, fica simples entender que há uma infinidade de opções para que você guarde coisas de valor sentimental a preços e localizações atrativos em espaços adequados.

Além disso, a Wistor lhe garante todo o apoio operacional necessário durante a armazenagem de seus bens, além de toda simplicidade no processo de reserva do espaço.

Não há como negar, o conceito Wistor é a solução para você guardar.

Saiba mais, reserve seu espaço agora.